Diferente do que anuncia o governo, os Professores no Brasil estão entre os menos remunerados do planeta. Os números são da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que mostram educadores brasileiros com salários menores, porém, com mais alunos em sala de aula e integrando um sistema educacional ineficiente. E para piorar, o Governo tem uma proposta para atacar o atual modelo de Aposentadoria dos Professores, piorando ainda mais os números da educação. Mas dessa vez, a população não se calou.

Saiba mais em: http://nossoprofessormerece.com.br/aposentadoria.html

Uma professora foi agredida por um aluno de 15 anos dentro de uma escola, no município de Indaial, em Santa Catarina, nesta segunda-feira. Segundo Marcia Friggi, de 52 anos, o adolescente desferiu socos contra ela após ser expulso de sala por mau comportamento.

Milhares de professores das redes estaduais e municipais da educação básica de todo o país podem ter até 48,27%% em reajustes não pagos e devem acionar a Justiça para receber tudo com juros e correção monetária. Tal percentual refere-se ao somatório das correções do Piso Nacional do Magistério de 2013 a 2017. Trata-se do cumprimento da Lei Federal 11.738/2008, ratificada pelo Supremo Tribunal Federal em 2011. Se o prefeito ou governador não pagou ou cumpriu apenas parcialmente, o docente tem o direito de receber corrigido através de intervenção no Poder Judiciário.

O governo de Michel Temer (PMDB) tem 60 dias para transferir R$ 50 bilhões aos estados e municípios para que possam garantir um padrão mínimo de qualidade nas escolas públicas de todo o país. O montante adicional corresponde à implementação do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi), um parâmetro criado para calcular – e garantir – que toda escola no país tenha professores mais bem remunerados, turmas com número adequado de alunos, bibliotecas, laboratórios de ciências e informática, internet banda larga e quadra poliesportiva coberta.

O Presidente e o Vice-Presidente do SISMUC REGIONAL, Eduardo Mendonça e Carlos Amaral (Profº Carlão), participaram do III COMEC – Conferência Municipal de Educação de Caruaru, ocorrido nos dias 16 e 17, na FAFICA, onde teve como o tema abordado a Consolidação do Sistema Nacional de Educação – SNE e os Planos de Educação Nacional, Estadual e Municipal.


Em reunião com o SISMUC REGIONAL, o Secretário de Educação, Rubenildo Moura, falou da baixa produtividade dos alunos do sistema Municipal de Educação de Caruaru, onde verificou-se um aproveitamento deficitário por parte dos mesmos. Visto isso, o Secretário explicou os novos programas e projetos em curso, para procurar sanar o fracasso da educação de Caruaru, além de melhorias nas estruturas físicas das escolas da cidade.

© Copyright 2000 - 2014 SISMUC Regional - Todos os Direitos Reservados - É proibida a cópia total ou parcial deste site sem autorização de seus administradores

Desenvolvido por AgênciaNET e ATONA mídia